teatro

Nessa mesa de bar

O “bar sem nome” é um antigo boteco de centro de cidade que se encontra de portas fechadas naquela noite. ALICE (Fabiana Karla) invade o local na esperança de ser atendida por alguém. Muito falante tenta convencer o único garçom de servi-la como se ali estivesse em funcionamento. Enquanto JOSÉ (Leandro da Matta) tenta livrar-se da intrusa, ela vai criando situações inusitadas para permanecer na companhia daquele estranho.

Partindo de uma divertida confusão, “NESSA MESA DE BAR” é uma comédia musical que além de falar da linguagem dos boêmios frequentadores de barzinhos, passeia pela obra de Reginaldo Rossi, o criador do conhecido hino dos bares, “Garçom”. A peça faz uma leitura da magia que circunda o ambiente cheio de música dos barzinhos e o seu lado divertido que todo mundo procurar nele encontrar.

A relação entre as expectativas dos seus frequentadores e as imaginações da personagem ALICE reportam ao clima contagiante que todo estabelecimento noturno de diversão possui, transformando em mesas de bar as poltronas de cada espectador.

Nessa mesa de bar

Dias: 29 e 30 de novembro
Horário: sábado às 21h e domingo às 19h
Classificação: 12 anos

Ingressos: R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia) – estudantes, professores, idosos, funcionários do Complexo Brasil 21 e Hóspedes dos Hotéis Brasil 21.
Vendas pelo site ingressorapido.com.br

  • segunda-feira, outubro 13, 2014
  • beatriz.silva
  • teatro

Tudo por ela

O espetáculo escrito por Mara Carvalho traz aos palcos o ator Júlio Rocha referenciando “o galã romântico”. Quem assina a direção é Patricia Vilela.

Eddie Cosby (Júlio Rocha); astro da televisão brasileira é um artista completo: dança, canta, interpreta. É autêntico, tem a típica pose de machão brincalhão, sucesso por onde passa; um carisma natural que encanta a todos com suas brincadeiras e palhaçadas.

No caminho para o teatro para mais uma apresentação do seu “comedy show” recebe uma ligação que transforma aquela noite num pesadelo. O Show de Eddie Cosby não será o mesmo… Dos bastidores do teatro ele ouve o público eufórico gritando seu nome repetidamente e mesmo abalado, entra em cena e faz uma abertura bem surpreendente. Mas as coisas não estão indo bem e Eddie se verga aos seus sentimentos e acaba desabafando com seu público a decepção de ter acabado de “levar um fora” da namorada Lika no caminho para o teatro. Esta decepção e raiva momentânea, trás a comicidade da peça, surgem várias histórias sobre relacionamentos, as diferenças (homem/mulher) e como lidar com “elas” nos dias de hoje.

No final, aquele machão, galã das telenovelas, capa das revistas mostra sua fragilidade e sensibilidade ao desnudar sua verdadeira essência: a paixão pela vida, o amor pela namorada e suas diferenças. Eddie encanta sua platéia, numa grande comédia com um final surpreendente.

O Ator

O ator Júlio Rocha acumula mais de sete novelas, diversas participações em séries, filmes e peças de teatro. Sua ultima aparição na televisão foi marcante no papel do médico Enzo na novela “Fina Estampa” da Rede Globo. Ele também esteve presente nas novelas: BangBang; Pé na Jaca; Duas Caras; Paraíso Tropical e Caras e Bocas, todas da Rede Globo. No teatro viajou o Brasil com a comédia “Quem Ri Por Ultimo, Ri Melhor” direção de Cininha de Paula, ao lado de Danielle Winits.

Tudo por ela

Dias: 06 e 07 de dezembro
Horário: sábado às 21h e domingo às 19h
Classificação: 12 anos

Ingressos: R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia) – estudantes, professores, idosos, funcionários do Complexo Brasil 21 e Hóspedes dos Hotéis Brasil 21.
Vendas pelo site ingressorapido.com.br

  • segunda-feira, outubro 13, 2014
  • beatriz.silva
  • teatro

Terço Insano

O espetáculo traz um mix de personagens que arrancaram gargalhadas do público durante a participação de Octávio Mendes no famoso “Terça Insana”. O humorista trabalha com a mesma base de maquiagem e vai trocando seus adereços de cena e figurinos durante a execução da peça. Octávio consegue conquistar o público logo em sua entrada com Walmir, o ex-gay. O humorista tem um ritmo e um tempo de humor muito diferente do habitual em stand-ups e espetáculos de quadros. Octávio Mendes trabalha com pausas e utiliza a comédia também no silêncio. Sua forma particular de fazer rir gera um clima de suspense em todo o teatro, que participa de cada quadro. A plateia se mostra extremamente a vontade com o desenrolar das personagens e participa: grita, brinca e também sobe no palco.

O que mais me chama atenção na montagem, além da fabulosa concepção dos personagens e textos criativos é a solução dada para as entre cenas. A direção de Otávio Mendes busca apoio na narração em off e recursos como um pequeno teatro de bonecos com suas personagens se apresentando ali como fantoches. A iluminação colabora com o trabalho do ator em todos os pontos e a sonoplastia ajuda nas passagens entre uma cena e outra com maestria, concedendo mais ritmo para o espetáculo. A caracterização das personagens ajuda na apresentação das mesmas e tudo em cena tem utilidade, nada está ali por acaso.

Terço Insano

Dias: 13 e 14 de dezembro
Horário: sábado às 21h e domingo às 19h
Classificação: 14 anos

Ingressos: R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia) – estudantes, professores, idosos, funcionários do Complexo Brasil 21 e Hóspedes dos Hotéis Brasil 21.
Vendas pelo site ingressorapido.com.br

  • domingo, outubro 12, 2014
  • beatriz.silva
  • teatro